Seguidores

sábado, 23 de maio de 2009

Eu queria


Eu queria ir passear em Buenos Aires;
Eu queria ter feito sexo hoje de manhã;
Eu queria dormir de conchinha ás vezes;
Eu queria assistir um belo filme todos os dias;
Eu queria que minha mãe arrumasse um namorado;
Eu queria que o meu namorado fosse meu pra sempre até quando eu quisesse;
Eu queria a sorte do amor tranquilo;
Eu queria ganhar bem mais do que eu ganho e assim conseguir trocar de carro;
Eu queria saber controlar minhas emoções;
Eu queria ter mais amigos;
Eu queria falar menos palavrão;
Eu queria acreditar no Deus de uma dessas religiões;
Eu queria toda a felicidade do mundo pra Carolzinha, Guto, João e Emanuel;
Eu queria comer lanches no MC Donald's e não engordar, aliás, eu queria comer sem nunca engordar;
Eu queria ser feliz todo dia;
Eu queria um som no meu carro;
Eu queria que meu pai não tivesse sido um pai de final de semana e que não fosse mentiroso;
Eu queria mais irmãos;
Eu queria ter meu filho sem ter o parto;
Eu queria ser maior;
Eu queria ter ataraxia, ahhhh como eu queria!!!
Eu queria que minha irmã fosse mais do que ela é pra mim;
Eu queria que a Tia Pepê voltasse;
Eu queria que minha mãe nunca morresse;
Eu queria realmente comer lanches no MC Donald's sem engordar,
Eu queria ser mais mulher;
Eu queria ser mais eu, sem precisar pensar que a minha vida é somente o resumo daquilo que podia ser.


sexta-feira, 15 de maio de 2009

shakeaspeare


Se te censuram, não é teu defeito,

Porque a injúria os mais belos pretende;

Da graça o ornamento é vão, suspeito,

Corvo a sujar o céu que mais esplende.

Enquanto fores bom, a injúria prova

Que tens valor, que o tempo te venera,

Pois o Verme na flor gozo renova,

E em ti irrompe a mais pura primavera.

Da infância os maus tempos pular soubeste,

Vencendo o assalto ou do assalto distante;

Mas não penses achar vantagem neste

Fado, que a inveja alarga, é incessante.

Se a ti nada demanda de suspeita,

És reino a que o coração se sujeita.