Seguidores

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

há mais de seus pais em você do que você supunha


Coisas que aprendí:

Aprendí que não importa o quanto eu me importo com tudo que está errado, algumas pessoas simplesmente não importam.

Aprendí que alguns bons amigos vão me ferir novamente, mas que eu preciso perdoá-los por isso.

Aprendí que eu consigo fazer coisas num instante, e que, das coisas que eu fiz, algumas me arrependerei pro resto da vida.

Aprendí que meus bons amigos são a família que me permitiram escolher.

Aprendí também que as pessoas com quem eu me importo podem ser tomadas rapidamente. Em algum momento pode ser a última vez que eu as vejo. É CRUEL MAS É VERDADE!

Aprendí que se eu não sei qual caminho pegar, qualquer um vai servir.

Aprendí que o mundo não vai parar para que eu possa consertar meu coração partido e que o tempo não é algo que possa voltar.

Aprendí que algumas tempestades são tão fortes que nenhum guarda-chuva consegue suportar.

Aprendí que algumas coisas que aprendí vão precisar de um grande aprofundamento.

Aprendí que não importa o quanto eu aprendí, importa sim o que eu vou fazer com o que aprendí.

Aprendí que inconstância é eufemismo, e que muitos que vão ler esse texto, não conseguirão entender o que eu disse que aprendí aqui.